Como cuidar do seu animal de estimação no inverno

Curtir

As temperaturas baixas pedem cuidados redobrados com a rotina de cães e gatos. Portanto, daremos dicas de como cuidar do seu animal de estimação no inverno e garantir o conforto do bichinho nesta estação.

Inverno sem drama

animal_de_estimação_1

No inverno os desafios aumentam para donos de cães e gatos, devido a maioria das raças não possuir proteção natural para enfrentar as baixas temperaturas.

Verifique se o seu animal de estimação dorme muito encolhido, demonstra tremor ou fica com a ponta das orelhas, as patas, o rabo e o nariz gelados, pois, se estiverem, são sinais de que está com frio. Os amiguinhos idosos, com problemas como artrose, calcificações na coluna e hérnias de disco, tendem a sentir mais dor, portanto, mantenha-os em ambientes fechados.

Se seu bichinho estiver com dificuldade de locomoção, procure um veterinário. A seguir, especialistas ensinam como como cuidar do seu animal de estimação no inverno.

Animal de estimação – Cuidados redobrados no inverno

Higiene

animal_de_estimação_3Veterinários aconselham a aumentar o intervalo entre os banhos e a tosa, pelo fato de que o pelo ajuda a mantê-lo aquecido. Se for dar banho em casa, enxugue bem o seu animal de estimação com um pano seco e limpo e utilize o secador na hora de escová-lo, assim, previne o aparecimento de fungos no amiguinho. Evite o vento gelado, ao menos 30 minutos após o banho, neste intervalo, o pet pode estar mais vulnerável a choques térmicos.

Alimentação

No frio, o corpo necessita de mais energia para manter a temperatura ideal, porém, não é necessário, fazer suplementação. Orienta veterinário, continuar com a ração adequada, mas que aumente um pouco a quantidade em cada porção. Incentive também o seu bichinho a beber água. Assim, ele mantém a hidratação em dia e com isso não corre o risco de desenvolver problemas renais.

Conforto

animal_de_estimação_5No caso dos cães, é recomendado o uso de roupas, principalmente as de algodão, mas, se a pele do animal ficar vermelha ou nele manifestar coceira, abandone-as imediatamente. Já os sapatinhos podem causar incômodo para seu amiguinho e comprometer a sua estabilidade, sendo assim, o ideal é dispensá-los.

Os bichos não devem ficar no vento e na chuva. Para bloquear a passagem do frio do piso, coloque  tapetes de borracha ou jornal embaixo da caminha e arrume também um bom cobertor para seu animal de estimação. Higienizar as mantas uma vez por semana para que não causem a propagação de pulgas, carrapatos e outros parasitas, alerta veterinários.

animal_de_estimação_2

Saúde

As doenças respiratórias são constantes nessa época. Nos cães, a mais comum delas é a tosse dos canis (traqueobronquite infecciosa canina) e, nos gatos a rinotraqueíte felina. Ambas são contagiosas e tem como sintomas tosse, espirros, secreção nasal e ocular. Como o corpo precisa de algum tempo para absorver a substância, então, garanta a vacinação anual sem falta do seu bichinho.

LEMBRE-SE: Sempre busque um médico ou especialista para um diagnóstico preciso e um tratamento correto para seu caso. Nosso conteúdo é apenas de caráter informativo.


Carregando...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *